Feng Shui – Terapia para a casa – 5 Elementos

Padrão

Existem cores, aromas e formas de organização que combinam especialmente com cada temperamento associado aos cinco elementos, segundo a tradição chinesa: Terra (prático), Fogo (líder), Madeira (criativo), Metal (guerreiro) e Água (sábio). “Na verdade, somos um pouquinho de cada um, embora um deles sempre prevaleça”, diz o arquiteto mineiro Carlos Solano, que estudou e escreve sobre feng shui e comanda um curso sobre Terapias da Casa.

Identifique qual tipo de pessoa você é e experimente aplicar essas dicas na decoração.

Quem se identifica com o tipo Terra é prático, responsável e disciplinado.

Mas tanta seriedade pode virar uma sobrecarga de preocupações. Para reverter o caso, libere o que não lhe serve mais, indica o arquiteto. Tons de bege e marrom devem ser evitados. E borrifar pela casa aroma de eucalipto é bom para estimular a vontade.

Pessoas com temperamento Fogo vivem com dinamismo, enxergam longe.

Toda essa intensidade pode causar insônia, hiperatividade, hipersensibilidade, conflitos… Para melhorar esse quadro, reduza o uso da TV e dos computadores. Na decoração, vale evitar cores quentes e dar um fim no que for excessivo. Deixe os ambientes limpos e ordenados, e aromatize a casa com alecrim (ligado à alegria).

Quem é de Madeira é criativo, atua com entusiasmo, o que pode se transformar em nervosismo e até no oposto, a apatia.

Contra a agitação, que tal encher a casa de plantas, que descarregam as tensões? Se a depressão for o caso,  evite a imobilidade; experimente mudar móveis e quadros de lugar. Para complementar, espalhe pela casa o aroma de hortelã, que dissolve a negatividade.

A pessoa do tipo Metal é batalhadora, bastante focada em suas metas e exige o máximo de si e dos outros.

Para balancear tanta rigidez,  a dica é acrescentar cores, flores e um aroma estimulante, como o de canela ou o de jasmim.

Quem tem as qualidades da Água é profundo e sensível. Intuitivo, costuma ter ótimas ideias. Mas, se deixar estancar o fluxo, acaba se afundando facilmente em medos, insatisfações, vícios (inclusive em trabalho) e depressões.

Para contrabalançar, evite a estagnação no ambiente: bagunça, sujeira, velharias e cores frias ou escuras. Invista no autoconhecimento com a ajuda do aroma e dos arranjos de rosas, um antidepressivo.

Mudando detalhes, essa terapia promete transformar o que é mais importante na casa: o morador.

 
Dicas do Feng Shui para um lar mais harmonioso 
 
 
Procure manter sua casa sempre em boas condições, ou seja, pintura em ordem, sem goteiras nem lâmpadas queimadas. Mantenha as janelas limpas e nada de vidros quebrados. A primeira coisa a fazer quando se quer adaptar uma casa às normas do Feng Shui é desfazer-se das quinquilharias. TUDO o que não tem mais utilidade na casa, ou que não é mais necessário, deve ser doado, vendido ou, simplesmente, jogado fora. Uma boa regra prática é pegar objeto por objeto e se perguntar: “Há quanto tempo não uso ou sequer pego nisto?”. Se a resposta for algo superior a um ano, desfaça-se imediatamente deste objeto, ele significa energia estagnada.Retire tudo que impeça a visão da entrada da casa, como árvores ou plantas muito grandes que ficam na frente da sua porta. Faça poda nas árvores e plantas, pendure sinos tibetanos, coloque um bonito tapete e uma estátua de animal feroz ou de rapina. Pode-se colocar também uma banheira para passarinhos ou um chafariz próximo ao portão.Pode ser difícil observar o que está desarmônico em nossa casa porque vamos nos acostumamos com a visão. Para detectar melhor, uma boa idéia é tirar fotos, de frente da casa estando na rua, no portão, na porta, com esta aberta para dentro, de cada um dos cantos dos cômodos, da porta da cozinha e assim por diante. Observe nas fotos o que há de errado, itens como pintura, iluminação, harmonia na disposição dos móveis, necessidade de reparos em peças de madeira, e corrija tudo o que achar necessárioO fogão de casa deve estar sempre limpo e funcionando perfeitamente. Evite acúmulo de energia estagnada, ao invés de usar sempre a mesma boca, use todas.

As melhores mesas para se ter em casa são as que tem formato redondo, oval ou octogonal, fazem a energia fluir melhor.

Nada de móveis em excesso da sala de jantar, deixe que haja liberdade de movimento para quem está circulando ou está sentado à mesa.

Caso você more sozinho, use todas as cadeiras da mesa alternadamente, evite usar sempre a mesma.

As camas devem ter acesso por ambos os lados. Não coloque nada embaixo dela, principalmente se for para guardar aqueles objetos que você não está precisando mais.

Se as medidas do quarto permitirem, coloque uma planta bonita próxima a janela, mas sem exagero pois a respiração noturna das plantas em excesso não é recomendável para o ser humano.

Em todos os lugares escuros da casa, coloque abajures e luminárias. Além de harmonizar, fica muito charmoso.

Disponha os móveis de forma que haja espaço para circular. Caso não tenha como, pense na real necessidade de manter cada um daqueles móveis. As cadeiras e sofás devem estar sempre encostados na parede, de preferência, numa posição de onde se veja quem entra.

Faça de sua sala, um lugar agradável, com cadeiras e sofás confortáveis, muita luz de abajures e luminárias, quadros bonitos e suaves, objetos de decoração elegantes, e tudo o que o faça sentir-se bem.

Use várias cores em toda a casa. Ambientes onde o chão, as paredes e o teto são da mesma cor tornam-se “frios”.

Tenha um animal de estimação, de preferência bichos pequenos e mansos, pois são ótimos “condutores” de energias boas.

 
Pesquisa:
Produzido por Soluções de Conteúdo do Núcleo Casa & Construção da Abril Mídia
http://homeclub.airwick.com.br/wordpress/
http://www.forumdaconstrucao.com.br/
 
Anúncios

Sobre Senhoras na Moda - Vanda Panzica

Sempre gostei muito de moda e de criar ou tirar idéias para montar meu próprio look. Com a idade temos que observar mais detalhes que nos ajudem a conservar a elegância, esconder imperfeições, realçar belezas que a idade ainda não apagou, além de nos preocuparmos com looks de custos razoáveis. Senti falta de blogs direcionados à nossa faixa etária e foi então que resolvi criar este, aos 58 anos de idade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s