Arquivo diário: 01/06/2012

Fotografia simulando microgravidade feitas pelo coletivo NAM

Padrão

Sempre procurando novas maneiras de fazer e novas formas de olhar para as coisas, sempre procurando desafios que resultem em novas idéias e criações inteligentes é o que pode ser constatado nesta série de anúncios criados pelo arte/design coletivo NAM, para o Trail Chocolate Harbour City, um projeto de caridade para a Fundação do Câncer de  Hong Kong .
Tudo nestas fotos é parte de uma única imagem, isto é, não foi feito nenhum tipo de montagem ou manipulação, não são alteradas digitalmente, elas são conjuntos completos, pendurados em cordas. Mesmo o  fluxo do chocolate é real e em 3D!
A série propõe suspender objetos e pessoas com cordas e cabos para criar ambientes de microgravidade, que parecem ser fotografados em meio a uma explosão, mesclando agitação e suavidade na mesma fotografia. É engraçado que, com todo o mundo digital, girando em torno de nós, há um instinto tão profundo para fazer as coisas com as mãos. Mais uma vez a criatividade nos surpreende! Veja as fotos e video do projeto.
 

Pesquisa:

http://ornadesign.blogspot.com.br/

http://artesvisuais-contemporanea.blogspot.com.br/

Fotografia e artes plásticas de Vik Muniz

Padrão

O artista plástico Vik Muniz usa elementos peculiares em seus trabalhos, revelando que grandes coisas podem surgir de simples elementos usados no cotidiano. Suas obras são o resultado de uma miscelânea entre as Artes Plásticas e a Fotografia.

Único filho de pai garçom e mãe telefonista, ainda adolescente, mudou-se para os Estados Unidos onde passou cinco anos vivendo de subemprego, muitas vezes dormindo na rua.

Trabalhando numa molduraria de Nova Iorque, passou a fazer quadros kitsch e produzir estranhas e incomuns esculturas que lhe abriram as portas do circuito de arte da cidade.

Serragem, açúcar, areia, papel de parede, jornais e lixo já foram usados em obras de arte por Picasso e Braque por volta de 1912 em Paris. Acrescentando novos elementos como algodão, chocolate, açúcar, arame, terra, barbante, especiarias, lixo, gel, mel, poeira e muitos outros, Vik Muniz, de uma maneira radicalmente criativa, produz obras que impressionam pela inovação e criatividade.

Alguns críticos de Arte julgam seu trabalho como sendo válido para a Arte Moderna, pois recria conceitos estéticos e estabelece novos pontos de vista diante de obras já realizadas. Outros, na contramão, o definem como um artista incompleto por tomar como base obras famosas e recriá-las de maneira diferente, sendo um desrespeito ao original.

Vik já expos seus trabalhos em vários Museus pelo mundo afora e, é hoje, um dos artistas brasileiros mais caros.


Sucata – Apresentação da novela da globo

Sucata

Sucata

Chocolate

Geleia e doce de leite

 

Peças de puzzle

Peças de puzzle


Diamantes – Musas de Hollywood – Ava Gardner

Diamantes – Musas de Hollywood – Liz Taylor

Pesquisa:

http://blogdoprodearte.blogspot.com.br/

Itaú Cultural

http://obviousmag.org/archives/

http://obviousmag.org/