Arquivo mensal: julho 2012

Celulite, quem não tem?!

Padrão

Precisamos nos preparar para o verão, época em que os corpos ficam mais expostos, e aí o espelho nos diz que temos uma gordurinha aqui e alí e, pior,  mais… ou… menos… celulite. Porque?

Porque quase todas as mulheres, independente de tipo físico, cor, idade, têm celulite? Castigo dos Deuses?

Simplesmente porque os hormônios femininos favorecem o depósito de gordura na barriga, quadris, bumbum e coxas. E em excesso, a gordura se acumula nessas regiões provocando má circulação que acaba  em acúmulo de líquidos entre as células o que resulta em uma inflamação e o aspécto acolchoado da pele (lembra do acolchoado, formando os relevos?).

Os furinhos são mais comuns nas regiões que citamos, mas nada impede que apareçam em outros locais do corpo, como nos braços, por exemplo.

Atividade física pode ajudar e muito, pois os exercícios aeróbicos aumentam o gasto calórico (é quando o corpo gasta mais calorias do que consome e vai buscar nos depósitos de gordura a energia para manter-se funcionando). E a musculação, exercício que firma os músculos, ajuda a reduzir o aspecto ondulado. O resultado dos dois juntos por no mínimo três vezes por semana funciona com mais eficácia.

As gordinhas que possuem acúmulo maior de gordura com certeza têm celulite! Para conseguir diminuir este problema,  é necessário reduzir a alimentação e melhorar a qualidade dela, fazer malhação e massagens.

Os cremes para celulite agem mas superficialmente na pele, portanto não podem fazer milagres, mas atuam na superfície da pele hidratando e oferecem ingredientes que ativam a circulação, resultando num aspecto mais macio e lisinho. Alguns produtos possuem partículas refletoras de luz, que dão a impressão de que o relevo está mais uniforme.

O uso diário de salto alto pode piorar a celulite, porque ao andar os pés fazem uma alavanca que funciona como uma drenagem linfática leve, piorando a circulação e podendo haver acúmulo de líquido nas pernas, problema que ocorre também com o uso de roupas apertadas que pioram a circulação e … resultado, celulite!

A meia calça vendida no canal de compras, na teoria, ela teria um tecido especial que manteria a pele aquecida, dilataria os microvasos e melhoraria a circulação. Na prática, não há comprovação científica e, segundo os médicos, a ação seria mínima. Além de que, qualquer meia de compressão poderia fazer o mesmo. Trocando em miúdos… não gaste seu rico dinheirinho!

O refrigerante comum tem açucar em excesso, engorda, e  a gordura acaba em celulite. As versões light e zero podem substituir, mas sem exageros, pois contém sódio que em excesso retém líquidos, portanto, acaba em celulite!

Regra geral; nenhum alimento sozinho faz a mulher ter mais ou menos celulite, a menos que você viva a base de bolo de chocolate. Se quer tratar o problema, modere também a ingestão de gorduras e carboidratos. Consuma mais verduras, legumes, frutas e carboidratos integrais. Beba muita água, que ajuda a ativar o sistema linfático, melhorando assim a circulação…

Ah! já leu e ouviu todo este blá…blá…blá… Ok!   Mas já tentou fazer?   Pois é…. vamos então à luta para poder sair no verão mostrando esse corpinho bonito!

Pesquisa:

Revista Glosss-Abril

Fotografia + Moda – Mark Pillai

Padrão

Fotógrafo de moda, conceituado, é conhecido por seus clichês coloridos gráficos. Mark Pillai trabalha para a revista Dazed e Confused que é conhecida no mercado por trazer sempre o mais excêntrico, a Vogue, Black Book, Marie Claire. Seus editorias  mostram muito a expressão corporal, onde o corpo cria formas e as roupas, ficam em evidência. Entre seus clientes, ele tem marcas como Joop, Leonard, Marios Schwab, L’Oréal o Bergdorf Goddman.

Pesquisa:

http://www.carolbarros.com/

Orelhão – Chu Ming

Padrão

 

 Chu Ming Silveira nasceu em Xangai, 4/4/41, e faleceu em 18/06/97(56 anos)) arquiteta e designer.

Formada em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Mackenzie, em 1964, notabilizou-se pela concepção dos protetores telefônicos, popularmente conhecidos como Orelhinha e Orelhão. Ícones do design brasileiro e do mobiliário urbano mundial, os protetores telefônicos foram nomeados pela Companhia Telefônica Brasileira quando de seu lançamento, Chu I e Chu II, respectivamente, em homenagem à sua criadora.  O ponto de origem de seu bem sucedido projeto foi o formato do ovo, segundo ela, “a melhor forma acústica”.

Ao longo da carreira profissional, além da Arquitetura e do Design, Chu Ming dedicou-se à Programação Visual.

Quando desenvolveu a ideia da cabine, em 1970,  era funcionária da CTB. “Ela ficou sabendo que a empresa buscava uma solução para substituir as antigas cabines [cilíndricas, feitas de acrílico e fibra de vidro] e iniciou o projeto”, conta o engenheiro Clovis Silveira, 66, viúvo de Ming.

Em 1971, a peça foi testada em São Paulo. Um ano depois, os novos protetores feitos de fibra de vidro para os telefones públicos começavam a ser instalados no Rio, no dia 20 de janeiro, e na capital paulista, logo depois, no dia 25 do mesmo mês.

O que diferenciava o orelhão [das antigas cabines] era o aproveitamento do espaço, podendo ser instalado mais de um aparelho em um poste, além de ser de construção fácil e barata,pois usa pouco material”, diz Clovis.

Para Marcelo Silva Oliveira, 43, professor de design da Faculdade de Arquitetura do Mackenzie, onde Ming se formou, a criação marca uma das iniciativas do início de uma escola de design no Brasil. “O orelhão era muito diferente das nossas referências de telefones públicos, como a cabine inglesa”, afirma ele. “A forma causava uma estranheza inicial, mas quebrava as linhas sempre retas da cidade.”

Na casa projetada pela arquiteta, onde a família morou até a década de 1990 e onde hoje fica o escritório de Clovis, no Morumbi, zona oeste, um pequeno acervo reúne as memórias de Chu Ming. Na antiga sala de trabalho dela, uma caixa guarda recortes de jornais, livros e informativos recolhidos por Clovis sobre a criação da esposa. O material, quase na íntegra, deu origem ao site www.orelhao.arq.br, desenvolvido em 2003 pelos filhos do casal, Djan Chu, 40, e Alan Chu, 36.

A casa ainda funciona como uma espécie de museu –no jardim, é preservado um orelhão pintado de branco e sem o telefone dentro, que foi exposto pela chinesa na 1ª Bienal de Arquitetura da cidade, em 1973.

Sobre o futuro incerto da peça, que dia após dia vai sumindo da cidade, Clovis ainda é otimista: “O orelhão faz parte da nossa paisagem. E conta com um serviço público dentro dele. Acho que ele vai permanecer e incorporar novas utilidades”.

Desde que o primeiro telefone público CHU-II apareceu nas ruas, em 1972, já se foram 40 anos. Durante esse tempo, ele foi apelidado de Capacete de Astronauta, depois, de Orelhão, aceitou fichas, cartões, foi depredado, esquecido e, finalmente, substituído pelos celulares.

À partir do dia 20 de maio, porém, esse ícone do design brasileiro ressurgiu nas ruas de São Paulo com outra cara: como globo de discoteca, pintado de cérebro, e alguns com tantas intervenções que nem parecem mais o bom e velho orelhão.

O que você tem na cabeça?, de Carla Fernandes, está na Av. Paulista, 1313, em frente ao Fiesp

Por trás de tudo isso está a Call Parade, exposição pública patrocinada pela Vivo, que além de convidar dez artistas de renome para transformar os orelhões em arte, recebeu centenas de projetos pelo site www.callparade.com.br.

O objetivo do projeto é chamar a atenção das pessoas para a importância de preservar os orelhões.

Alan Chu, filho da criadora do orelhão, foi um dos convidados pela Call parade, e criou  a obra “Calendário Lunar”, inspirada pelo calendário milenar chinês que retrata a passagem da Lua pelo céu, o movimento da Lua no céu é retratado no  orelhão e está exposta na Praça Luiz Carlos Paraná com a Av. Brigadeiro Faria Lima. O orelhão também funciona como relógio de sol, já que a pintura da sombra no chão marca o meio-dia

Alan Chu

 

Hello Disco!, de EmiliAkemi., está na Av. Paulista, 800

Little Phone of Horros, de Oscar Kovach, na Av. Brigadeiro Faria Lima,2954

Mãos de Sapo, de Elói de Souza, que está na Av. Republica do Libano, 204

Ao todo, cem orelhões foram pintados e esculpidos. Acesse o mapa completo da exposição aqui (http://callparade.com.br/mapa-da-exposicao/).

Artista Cris Campana

Pesquisa:

http://www1.folha.uol.com.br/

http://pt.wikipedia.org/

www.callparade.com.br

Moda + Alimento + Fotografia – Fulvio Bonavia

Padrão

Fulvio Bonavia, como muitos grandes artistas modernos, tem  seu início em alguns campos criativos. Primeiro como designer gráfico e ilustrador,  foi ganhando reconhecimento  produzindo anúncios para uma enorme gama de clientes internacionais, incluindo Adidas, BMW, Heineken, SAAB, Audi e muitos mais. Tem recebido elogios  por seu trabalho,  recebeu prêmios  internacionais pela  criatividade  em fotografia, e  continua a trabalhar, hoje, como fotógrafo .

A Matter of Taste é uma série de fotos mostrando visões  de alimentos como moda, que  foi publicada e lançada como livro na Austrália e França.  A cor e a textura  dão destaque  às bolsas e outras peças, transmitindo  classe e sofisticação, mesmo sendo feitas de comida.

Inspiração de moda em comida é uma maneira nova, criativa e refrescante de pensar, oferecendo muitos pontos diferentes para exploração.

Pesquisa:

http://www.lexpress.fr/

http://it.paperblog.com/

Adote um animal!

Padrão

Hoje resolvi falar sobre a adoção de animais e para isso pedi ajuda a uma amiga, Paula Araujo, que se dedica a cuidar deles até que sejam adotados. Ela me enviou este material que fala dos cuidados que devemos ter para com estes animaizinhos.

Antes de os adotarmos temos que ter ciência de nossa responsabilidade e cuidados. Eu, particularmente, acho que um animalzinho é como um filho. A mesma responsabilidade, a mesma dedicação, e é preciso que se tenha amor por eles. Você abandonaria seu filho??? O animal também sente sua falta, assim como seu filho sentiria. Ah! sem comparação!!!! É talvez eu esteja sendo muito radical, mas é para mostrar a importância e a responsabilidade quando assumimos cuidar de qualquer ser vivo. Pense bem antes de adotar ou mesmo comprar. Ele é bonitinho? Claro que é! Mas, quer ser bem cuidado, e quer dar e receber amor.

Milhões de cães e gatos vagam abandonados pelas cidades do país, sem qualquer chance de terem uma vida digna. Passam fome, frio; sentem medo, tristeza e solidão. A maioria deles morrem, vítimas de doenças, fome, atropelamentos e crueldades como agressões e envenenamentos. Todo esse sofrimento não se justifica! São vidas sagradas como as nossas.

Esse número enorme de animais de rua é produto da irresponsabilidade de pessoas que os abandonam, ou não os castram permitindo que se reproduzam descontroladamente.

Mesmo face a esta triste realidade, muitas pessoas quando querem ter um animal de estimação resolvem comprar ao invés de adotar. Quando você compra um animal está incentivando o comércio de vidas, onde o lucro está acima de tudo. Enquanto você paga uma fortuna por um filhote de raça, ninhadas de vira-latas são abandonados nas ruas e muitos acabam morrendo.

Infelizmente ainda existe preconceito com os vira-latas! Mas todos os animais tem os mesmo valor! Uns são maiores e outros menores, uns peludos, outros não, uns mais bonitinhos, outros nem tanto. Mas todos sentem e sofrem da mesma forma! Todos tem uma vida que deve ser respeitada e todos tem muito amor para dar!

Agora quando você procura uma ONG de proteção animal e adota, outro animalzinho poderá ser resgatado da rua, e seu novo amiguinho será eternamente grato a você pela chance de uma nova vida que deu a ele! Portanto, aja sem preconceito e com consciência! Ao invés de comprar, adote um animal!

Antes de adotar, pense que seu tempo médio de vida é de 12 anos e que deverá cuidar dele com amor e responsabilidade enquanto ele viver. A saúde psicologica do animal também é muito importante. Dê carinho todos os dias.

Cuidados a serem tomados :

Deixe sempre à disposição de seu bichinho água limpa e fresca, e ofereça ração adequada à sua espécie e idade. Filhotes comem de 4 a 6 vezes ao dia e adultos comem 2 vezes ao dia. Guarde a ração em recipientes fechados para melhor conservação. Lave sempre os potes de água e ração do seu amiguinho.

Seu animal deve ter um local limpo, seguro e coberto onde ele possa se proteger do tempo. Deve ser arejado e deve haver espaço para ele brincar e tomar sol quando quiser. Evite deixá-lo preso em correntes curtas. Muitas pessoas mantém seus animais permanentemente amarrados e isso é crueldade.

Tome as devidas providências para evitar que ele tenha acesso à rua, que ele fuja ou saia sozinho. No caso de gatos é necessário colocar telas nas janelas e portões, e também eliminar todos os acessos à rua.

Caso ele fique doente ou se machuque, você deverá levá-lo imediatamente ao veterinário. Não seja negligente, é necessário também dar remédios para vermes periodicamente, vaciná-lo anualmente contra raiva e outras doenças, e aplicar anti-pulgas e carrapatos de acordo com orientação de um veterinário.

A esterilização é um método eficaz e saudável para evitar as crias indesejadas e imprevistas, contribuindo assim para o controle populacional e diminuindo o número de animais abandonados, além de propiciar melhor saúde ao seu animal. Procure um veterinário, uma ONG que faça campanha de esterilização ou o órgão público de sua cidade responsável pelo controle de animais (CCZ).Castrar é um gesto de amor e responsabilidade.

Registrar seu animal junto à Prefeitura de sua cidade é muito simples e importante pois, caso ele se perca, quem  o encontrar poderá facilmente entrar em contato. Além do mais, ele pode ser capturado por centros de controle de animais, e em muitos municípios brasileiros os animais capturados são sacrificados se o dono não for localizado.

Leve seu cão para passear, eles adoram passeios mas use sempre coleira e guia  para evitar fugas e atropelamentos.

Um animal não é um mero objeto, mas sim um ser vivo que tem sentimentos assim como nós.  Ao adotar  fique ciente de tudo isso e disposto a assumir o compromisso. E saiba que, abandonar animais é crime!

Pensou bem? Tem certeza? Procure uma ONG ou uma pessoa que tenha animais para adoção! Tenha certeza de que você terá companhia fiel, que lhe trará muitas alegrias! Parabéns!

http://www.luizprotecaoanimal.com.br/por_que_adotar.php