A mulher de 35 anos

Padrão

“Aprendi a beber apenas o leite que NÃO foi derramado…
Que se não der certo por esse caminho, procuro outra saída…
Aprendi a reconhecer as minhas limitações, mas saber que tenho o meu valor…
Aprendi que decisões extremas são tomadas em momentos extremos…
Que não importa o que eu fui. Importa quem sou hoje…
Que eu não preciso de um amor para a vida toda, mas que seja eterno enquanto durar!
Aprendi que olhar no olho e dizer eu te amo, não tem preço!
E que tenho colo, quando preciso, mesmo beirando os 35 anos!
Que dormir e acordar ao lado da pessoa amada no dia do níver é um presente merecido!
Aprendi que foi cultivando amigos que os tenho desde a quarta série.
Aprendi a rezar e conheci o poder da oração que liberta a alma…
Percebi que não era o acaso que me protegia, e sim, Deus!
Percebi a minha maturidade misturada a uma maneira espontânea de ser… Esse é o meu tempero na casa dos 30!
Aprendi a rir dos meus fracassos… E mesmo rindo deles, eu não fico estagnada!
Aprendi que tento, portanto, tenho muito mais que antes…
Que pelo menos procuro ser disciplinada…
Percebi que sou uma mãe dedicada, paciente e firme.
Que posso apostar em todos os meus sonhos…
Que adoro ficar linda e perfumada!
Aprendi que ser generosa é um dever.
Que fico vaidosa porque todo mundo me dá 25 anos. Até ontem, nunca me davam 34 anos. Não há exceção nesse caso! Todos ficam chocados com minha cara de menina!
Que quando não há solução, a palavra de ordem é: abstrair sempre!
Que gosto da ironia refinada, do jogo de palavras, de falar bobagens, e de conversas inteligentes, do meu senso de humor…
Que não consigo gostar de filmes de terror mesmo!
Que um dia dá vontade de quebrar o espelho, e no outro, de me deixar fotografar o dia todo…
Que tudo que é bom, despenteia! Que quanto mais despenteada, melhor.
Que uso muito (!) porque falo com firmeza!
Que tenho uma família maravilhosa, saudável e completa!
Que eu não preciso de 35 razões para sorrir!
Que eu não tenho picos de felicidades, mas que sou feliz pra valer!”

CLÉVIA SALES
Anúncios

Sobre Senhoras na Moda - Vanda Panzica

Sempre gostei muito de moda e de criar ou tirar idéias para montar meu próprio look. Com a idade temos que observar mais detalhes que nos ajudem a conservar a elegância, esconder imperfeições, realçar belezas que a idade ainda não apagou, além de nos preocuparmos com looks de custos razoáveis. Senti falta de blogs direcionados à nossa faixa etária e foi então que resolvi criar este, aos 58 anos de idade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s