Gary Lemaster: O Escultor de Casca de Ovos.

Padrão

Um homem conseguiu esculpir obras em um suporte mais frágil do que qualquer um pode imaginar!

Gary LeMaster da Nova Zelândia cresceu aprendendo como usar ferramentas, esculpir madeira e ao mesmo tempo, ouvir música clássica, ganhando uma profunda apreciação pelas artes plásticas.

Apesar de ter uma bolsa de estudos em música para estudar na Universidade de Iowa, recusou para cursar a Universidade de Northern Iowa em  história e inglês. Embora fosse daltônico, continuou a produzir poesia e contos, e praticou todos os dias sua arte visual  limitada a carvão, lápis, caneta e tinta. Ele nunca cursou arte  por não achar ser bom o suficiente.

Começou LeMaster A Revista Escultor de casca de ovo em 1998. Lentamente construíu uma pequena empresa, fornecendo outras pessoas ao redor do mundo, com suprimentos, revista de instrução, classes e vídeos de treinamento.

Apesar de acharem que suas obras são feitas com cerâmica ou plástico, muitos ficam surpresos em saber que ele usa ovos de galinhas, perus, avestruzes e outros, para criar incríveis esculturas.

O processo de escultura é lento e trabalhoso:

 1- Depois de limpar e drenar o ovo, desenha, à lápis, os detalhes na superfície do mesmo;
2- Inícia-se a fase de corte – para este fim, o artista, utiliza uma variedade de diamantes e instrumentos, inclusive uma broca de dentista com um diamante na ponta, alimentada por um compressor de ar que gera mais de 400 mil RPM (rotações por minuto);
3- Utilizando as mãos e um abrasivo, remove os vestígios de lápis;
4- Dois banhos de cloro são dados no ovo, para eliminar qualquer resíduo que possa permanecer da membrana;

5- Finalmente o ovo é assinado, datado e selado com três demãos de verniz.

Espetacular! Quando achamos que já vimos de tudo, surgem pessoas brilhantes criando com materiais inusitados verdadeiras obras de arte.

 

Pesquisa:

http://euevcfazendoarte.wordpress.com/

http://www.criatives.com.br/

http://justcoolpics.blogspot.com.br/

Anúncios

Sobre Senhoras na Moda - Vanda Panzica

Sempre gostei muito de moda e de criar ou tirar idéias para montar meu próprio look. Com a idade temos que observar mais detalhes que nos ajudem a conservar a elegância, esconder imperfeições, realçar belezas que a idade ainda não apagou, além de nos preocuparmos com looks de custos razoáveis. Senti falta de blogs direcionados à nossa faixa etária e foi então que resolvi criar este, aos 58 anos de idade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s