Estilista – Carolina Herrera

Padrão
Carolina Herrera, particularmente coloco-a no topo dos grandes estilistas da atualidade, adoro seu estilo clássico , minimalista, elegante, sem dúvida, minha escolhida. Para quem como eu admira seu trabalho, aqui vai um pouco de sua história.
De Jacqueline Onassis à atriz de Hollywood Renée Zellweger, sua clientela atravessou décadas. O gosto refinado transformou suas roupas clássicas e atemporais em sucesso garantido.
A estilista María Carolina Josefina Pacanins y Niño, mais conhecida como Carolina Herrera, (Caracas, 8 de janeiro de  1939) é uma estilista venezuelana radicada nos Estados Unidos,mãe de quatro filhas.
Seu império cresceu rapidamente e de forma constante. Quando tinha 13 anos, a avó levou-a a uma viagem à Paris, onde descobriu o estilista espanhol Cristobal Balenciaga, que lhe serve de inspiração ainda hoje.
Aos 25 anos, começou a trabalhar como Relações Públicas na Casa Pucci, na Venezuela. Conheceu então Maria Teresa Herrera, mãe de Reinaldo, um editor da revista Vanity Fair, com quem se casou em 1968. Após ter, durante anos, feito parte da lista das mulheres mais bem-vestidas dos Estados Unidos, em setembro de 1980, apresentou como teste seu primeiro trabalho.Muito bem recebido pela crítica, conseguiu o apoio de um investidor venezuelano, Armando de Armas, para fundar uma empresa no ano seguinte. Nessa altura, mudou-se permanentemente com a família para Nova Iorque.
Estabelecida na cidade,  apresentou oficialmente sua primeira coleção prêt-à-porter no Metropolitan Museum, com sobreposição de tecidos diferentes em comprimentos variados, e logo conquistou clientes importantes, entre as quais a rainha dos cosméticos Estée Luader e Jacqueline Kennedy Onassis. Imediatamente grandes lojas de departamento compraram suas roupas.
Fez com facilidade a transição para os modelos mais enxutos de meados da década de 80 e tornou-se famosa por suas elegantes roupas para o dia e para a noite. Começou também a fazer coleções de vestidos de noiva, mas foram os perfumes que contribuíram para divulgar o seu nome no mundo inteiro.
Isto aconteceu em 1988, quando a empresa espanhola de perfumaria Antonio Puig criou o famoso perfume feminino CAROLINA HERRERA. A partir deste momento a estilista construiria um verdadeiro império que se consolidou com o lançamento de sucessos como o Herrera for Men, primeiro perfume masculino da marca, lançado em 1991; e o 212, uma das fragrâncias de maior sucesso da grife, lançada em 1997. Seus primeiros perfumes se transformaram, em menos de uma década, em verdadeiros clássicos do mundo das fragrâncias e continuam atuais como no dia de seus lançamentos.
Depois vieram os acessórios (malas, sapatos, artigos de pele, lenços), a roupa de senhora e a mais recente novidade, a coleção para homens.
A primeira loja da marca CAROLINA HERRERA abriu somente no ano de 2000, na célebre Madison Avenue, em Nova Iorque. Em 2008, a estilista e sua filha Carolina Adriana (responsável pelo bem sucedido 212, a primeira fragrância de sua criação) participaram de um jantar em comemoração aos 20 anos da primeira fragrância de sua grife, realizado na Casa Fasano, em São Paulo. A celebração foi acompanhada por uma mostra de vestidos e perfumes lançados pelas marcas Carolina Herrera e CH Carolina Herrera.
“Escolhi lançar a exposição em São Paulo, porque o perfume tem sido um hit (de vendas) aqui por 20 anos”, disse Carolina Herrera.
A moda de Carolina Herrera tenta salientar a personalidade de quem a veste.
Costuma dizer que:
“Elegância é como estilo: algo que não se pode comprar. Vem de seu gosto pela arte, do modo como se movimenta, tem a ver com o ambiente que você constrói em casa, com os livros que estimula seus filhos a ler”, afirma Carolina.
Pesquisa:
Anúncios

Sobre Senhoras na Moda - Vanda Panzica

Sempre gostei muito de moda e de criar ou tirar idéias para montar meu próprio look. Com a idade temos que observar mais detalhes que nos ajudem a conservar a elegância, esconder imperfeições, realçar belezas que a idade ainda não apagou, além de nos preocuparmos com looks de custos razoáveis. Senti falta de blogs direcionados à nossa faixa etária e foi então que resolvi criar este, aos 58 anos de idade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s