Esculturas em penas naturais – Chris Maynard (ok)

Padrão

“Elas são uma realização final da natureza e um pináculo de admiração.” Meu objetivo é caracterizar os padrões naturais, cores e formas de penas de um pássaro em uma luz nova e diferente, em comparação à forma como ela cresceu e originalmente funcionava no corpo da ave”, diz o artista obsecado por penas, com sede em Washington.

Cada pena é um pequeno pedaço de perfeição. Quando as aves  descartam as suas penas a cada ano, ele as recicla em sua arte. As penas utilizadas por ele vêm de aviários particulares e zoológicos.  A maioria das penas, incluindo as de corvos, são de aves não nativas da América do Norte, com exceção de algumas, como perus e perdizes.  Atualmente, Chris não vende os shadowboxes fora dos EUA.

Tão única como cada pássaro, cada uma das peças de Maynard é um original que não pode ser repetido. A criação dessas peças requer designs diferentes e técnicas de elaboração. Suas ferramentas favoritas são as pequenas tesouras para cirurgias oculares, pinças e lupas.

Ele só tem tempo para transformar uma pequena parte de suas idéias, que enchem muitos notebooks, com projetos de penas.










 

<b> Onde Vem Penas De Perto </ b> - pena Turquia, Detalhe.  20 POR 25 Polegadas <a Come-De-close.jpg "class =" pin-lo Botão "contagem disposição =" "target = _blank" horizontal> <Fronteira img = "0" src = "http://www.featherfolio . com / / assets.pinterest.com / IMAGENS / PinExt.png "title =" Pin It "/> </ a>

<b> Atração Pavão Perto 2 </ b> - Índia penas do Pavão Azul, Detalhe.  11 POR 14 centimetros classe <a = "pin-lo botão" Contagem layout = alvo "horizontal" = _blank "> <img Fronteira = "0" src = http://www.featherfolio.com//assets.pinterest ". com.br / imagens / "title =" PinExt.png Pin It "/> </ a>

Pesquisa:

http://www.featherfolio.com/

Sobre Senhoras na Moda - Vanda Panzica

Sempre gostei muito de moda e de criar ou tirar idéias para montar meu próprio look. Com a idade temos que observar mais detalhes que nos ajudem a conservar a elegância, esconder imperfeições, realçar belezas que a idade ainda não apagou, além de nos preocuparmos com looks de custos razoáveis. Senti falta de blogs direcionados à nossa faixa etária e foi então que resolvi criar este, aos 58 anos de idade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s