Haut-couture – Iris Van Herper

Padrão

A Holanda é reconhecida como um dos países de vanguarda na indústria da moda, e é de lá que surge a designer  Iris Van Harper  utilizando a nova tecnologia de impressão 3D para criar peças prontas para vestir.

Para a criação de seus esboços, ela conta com a colaboração de um arquiteto que a auxilia a transferir suas idéias para o Photoshop. Cada vestido fica exatamente igual ao modelo desenhado. Quando fabricados pela impressora sua padronagem intrincada lembra uma resina. As roupas mostram um padrão muito complicado, cheio de babados e cortes. 

Embora atualmente  seja conhecida em primeiro lugar como mensageira da alta costura 3-D-impressa, ela sempre lidou com teatro tanto quanto com a tecnologia.

 “Para mim, a moda é uma expressão de arte  muito próxima, relacionada a mim e ao meu corpo. Vejo isso como minha expressão de identidade combinado com o desejo, humor e ambiente cultural. Em todo o meu trabalho tento deixar claro que a moda é uma expressão artística, mostrando e usando a arte, e não apenas a moda. Funcional e desprovido de conteúdo ou ferramenta comercial, com o meu trabalho pretendo mostrar que a moda pode certamente ter um grande valor  para o mundo, que pode ser eterno e que o seu consumo pode ser menos importante do que o seu início. Vestindo roupas crio uma forma emocionante e imperativa de auto-expressão. “A forma segue a função” não é um slogan com o qual concordo, pelo contrário, acho que a forma complementar  muda o corpo e, assim, a emoção. Movimento, tão essencial ao corpo, é tão importante no meu trabalho. Ao trazer a estrutura, forma e materiais juntos de uma maneira nova, tento sugerir e perceber a tensão ideal e  o movimento “, disse a designer.
A cantora e compositora Björk usa vestidos de várias coleções de Iris van Herpen na capa de seus CDs e shows.  Além disso, a cantora e compositora Lady Gaga e artista  ícone do estilo Daphne Guinness usa vestidos de Iris van Herpen.
“Meu trabalho vem de idéias abstratas e usando novas técnicas, não a reinvenção de velhas idéias” . “Eu acredito que será apenas uma questão de tempo antes de ver a roupa que vestimos hoje produzida com [Impressão 3-D].”
“A capacidade de variar maciez e elasticidade nos inspirou a criar uma” segunda pele “para o corpo, agindo como armadura em movimento”.  “Desta forma, nós fomos capazes de projetar não só a forma de vestuário, mas também seu movimento,” explica van Herpen
Pesquisa:
http://www.irisvanherpen.com/Haut-couture – Iris Van Herper

Sobre Senhoras na Moda - Vanda Panzica

Sempre gostei muito de moda e de criar ou tirar idéias para montar meu próprio look. Com a idade temos que observar mais detalhes que nos ajudem a conservar a elegância, esconder imperfeições, realçar belezas que a idade ainda não apagou, além de nos preocuparmos com looks de custos razoáveis. Senti falta de blogs direcionados à nossa faixa etária e foi então que resolvi criar este, aos 58 anos de idade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s