Paisagismo – Os mais belos jardins do mundo

Padrão

De Keukenhof, Lisse, Holanda

 Keukenhof, Lisse, Holanda – Localizado a pouco mais de meia hora do centro de Amsterdã, encontra-se no coração da Rijnland, uma das maiores áreas de cultivo de tulipas do planeta. Seus bem cuidados jardins e alamedas estão repletos de espécies de todo o mundo e o parque ainda conta com estufas e viveiros encantadores.

Koishikawa Korakunen, Tóquio, Japão

 Koishikawa Korakuen, Tóquio, Japão – Desenhado no século 17 por membros do clã Tokugawa, é um popular local de passeio localizado junto à moderna arena Tokyo Dome. Por sua importância cênica e histórica, é protegido por uma lei nacional especial.

Museu Quai Branly, Paris, França

Museu Quai Branly, Paris, França- O mais novo museu de Paris é dedicado às artes etnográficas das Américas, Oceania, Ásia e África. Um de seus destaques é o jardim vertical, um muro vivo de 200 metros concebido por Patrick Blanc.

Mirabell, Salzburgo, Áustria

Mirabell, Salzburgo, Áustria – Célebre por cenas de A Noviça Rebelde, o Palácio Mirabell ostenta um jardim limpo e bem cuidado à sombra do Castelo e da Catedral.

Bahai, Haifa, Israel

Templo e Jardins Baha’i, Haifa, Israel – Seus mirabolantes jardins e santuários dominam a paisagem da cidade em uma sucessão de degraus e plataformas suspensas.

Chatsworth House, Reino Unido

Chatsworth House, Reino Unido – Em uma área de mais de 100 acres encontram-se elementos de seis diferente séculos. Destaque para a longa cascata e as estufas de plantas exóticas.

Villandry, Vale do Loire, França

Chateau de Villandry, Vale do Loire, França –Construído no século 16 por um dos ministros de Francisco I, teve como base trabalhos renascentistas italianos.

Versalhes, França

Versalhes, França

 Palácio de Versalhes, França – Fontes, estátuas, alamedas, um imenso tanque d’água e uma complexa trama de perspectivas são suas grandes atrações.

Jardim Botânico, Rio de Janeiro

Jardim Botânico, Rio de Janeiro – Vitórias-régias enormes, bambuzais colossais, perspectivas infinitas, orquidários e bromeliários enchem os olhos dos visitantes aos pés do Cristo. As palmeiras imperiais continuam ali, imponentes como sempre.

Garden of Cosmic Specullation, Escócia

Garden of Cosmic Specullation, Dumfries, Escócia – A atração central aqui não são plantas exóticas, são conceitos espelhados em esculturas, lagos e em seu curioso relevo. Concebido pelo arquiteto Charles Jencks, esta é uma propriedade particular, mas que ocasionalmente é aberta ao público

Palácio de Caserta, Itália

Palácio de Caserta, Itália – As amplas perspectivas, o amplo uso da água em fontes, cascatas e espelhos d’água e o impressionante conjunto barroco do palácio dos reis de Nápoles valeram ao Reggia di Caserta o título de Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Localizado a 35 quilômetros de Nápoles, seus amplos jardins são um passeio que complementam à perfeição a suntuosidade setecentista do edifício principal.

Generalife, Alhambra, Espanha

Generalife, Espanha – Na imensa vega árida da Andaluzia, o palácio Alhambra, em Granada é uma joia arquitetônica que mantém-se como símbolo maior e mais duradouro da presença árabe na Europa. O palácio de verão Generalife, logo ao lado, é um oásis repleto de jardins que traz um bem-vindo frescor ao ambiente, repleto de espelhos d’água, fontes e pátios. A escadaria cujo corrimão é uma corrente de água é de delicada sensibilidade.

Huntington Library, Los Angeles, EUA

Huntington Library, Los Angeles, EUA – Localizado a apenas 20 quilômetros do centro de Los Angeles, é uma instituição que reúne biblioteca, coleção de arte e os famosos e amplos jardins. Mais de 40 jardineiros e 100 voluntários cuidam do parque botânico de 200 acres, que conta com plantas vindas da Austrália, Japão e China, além de outros mais, com ambientações típicas. Destaque para a área reservada para diversos tipos de cactos.

http://viajeaqui.abril.com.br/

Sobre Senhoras na Moda - Vanda Panzica

Sempre gostei muito de moda e de criar ou tirar idéias para montar meu próprio look. Com a idade temos que observar mais detalhes que nos ajudem a conservar a elegância, esconder imperfeições, realçar belezas que a idade ainda não apagou, além de nos preocuparmos com looks de custos razoáveis. Senti falta de blogs direcionados à nossa faixa etária e foi então que resolvi criar este, aos 58 anos de idade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s